Cidades

Mulher é morta a facadas pelo companheiro na frente da filha, em Itaboraí

Mais um caso de feminicídio aconteceu na região Leste Fluminense. Após as mortes de Vitórya Melissa Mota, em Niterói; e de Ana Caroline Pereira Felício, em São Gonçalo, na noite desse domingo, um homem matou a companheira no bairro Manilha, em Itaboraí. A ferramenta utilizada para o assassinato foi a mesma dos outros dois casos: uma faca.

Segundo informações da Polícia Civil, Luzinete de Lima Querino foi morta pelo companheiro, identificado como Juarez Lisboa Alvez. O crime se torna ainda mais hediondo porque tudo aconteceu na frente da filha da vítima. Esta última, ao presenciar a agressão, acionou a Polícia Militar, que enviou uma equipe ao local.

O crime aconteceu em uma casa, localizada na Rua Josefa Ferreira Barbosa. No local, os policiais encontraram a vítima, ferida e o autor do crime ainda no local. Aos agentes, Juarez teria admitido ter desferido os golpes de faca contra a companheira e teria alegado que o motivo seria uma suposta traição.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, para tentar socorrer a vítima, mas, quando os socorridas chegaram ao local, Luzinete já estava morta. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo, no bairro Tribobó. O suspeito foi rendido, algemado e preso em flagrante por crime de feminicídio.

Ainda de acordo com a polícia, todo o crime foi testemunhado pela filha de Luzinete, que chegou a ficar com as roupas sujas de sangue. A polícia ainda destacou que o crime aconteceu em uma região residencial de Manilha, onde não há domínio de tráfico ou milícia.

O caso foi registrado e será investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG). A delegacia especializada enviou uma equipe de perícia ao local do crime. O acusado foi conduzido à carceragem da unidade.

Fonte: ITABORAÍ – A Tribuna RJ